Um identificador de fontes é bastante útil  para saber qual fonte foi utilizada para compor uma imagem. Identificar uma fonte é imprescindível quando surge a necessidade de se aplicar um tipo diferenciado ao projeto e você viu, justamente, em uma “imagem de texto”. O What The Font é um aplicativo web que identifica a fonte que foi utilizada em alguma imagem.

Passo-a-passo do WhatTheFont

Quando se acessa o site do WhatTheFont, a primeira coisa é fazer o upload de um arquivo ou especificar um URI com a imagem que se quer identificar a fonte.

Identificador de fonte: imagem da tela de upload ou URL da imagem.

Como consta nas próprias dicas de submissão/indicação de imagens, melhores resultados serão apresentados quando a fonte contida na imagem possuir as seguintes características:

Para o teste, usemos esta imagem:
Identificador de fontes: imagem de teste é o logo do Anonymouse
Como é possível perceber, além das fontes também existe um símbolo (a máscara). A noa notícia é que, ainda assim, o WhatTheFont consegue realizar a identificação.

Depois do upload ou indicação da URI da imagem, é preciso confirmar para o WhatTheFont se as letras que ele reconheceu realmente são válidas: digitar em vários campos a respectiva letra destacada.

Identificador de fontes: indicação de cada letra

Neste ponto, possível o WhatTheFont vai querer que se identifique, também, possíveis elementos gráficos da imagem que não as próprias fontes. Se for o caso, basta deixar o campo vazio e prosseguir.

Identificador de fontes: resultado da identificação

Ao final do processo, então, as possíveis fontes identificadas serão indicadas e, caso realmente sejam uma daquelas indicadas, parabéns, você acabou de identificar a fonte!

Conclusão

Como foi visto, quando for preciso identificar uma fonte para um projeto, é possível fazer isso usando o WhatTheFont. E, dependendo do caso, se for preciso comprar a fonte, é possível fazer isso diretamente através do resultado de identificação da fonte.

Obviamente não serão possível identificar a fonte em 100% dos casos, mas, certamente, vale a pena experimentar o uso para começar a identificação, já que, caso se consiga, muito do trabalho é poupado.

Portanto, o WhatTheFont, mesmo não sendo eficaz em todas as vezes que é usado, certamente merece um voto de credibilidade e indicação!