jQuery é o melhor framework javascript da atualidade (oficialmente é considerado uma biblioteca javascript), isso todos que já mexem com desenvolvimento web já sabem. Já quem está iniciando no mundo do desenvolvimento para web ainda não sabe… E justamente para explicar um pouco mais sobre o jQuery é que este artigo foi escrito, visando auxiliar aos que estão iniciando a jornada javascript a encontrar um caminho seguro para começar.

Introdução

Geralmente desenvolvedores web gostam de colecionar bibliotecas e scripts prontos das linguagens de programação que utilizam no dia-a-dia. Ter à disposição inúmeros arquivos de terceiros, desde exemplos e classes, passando por modelos e tudo o mais que possa servir de alguma maneira – e/ou simplesmente satisfazer a curiosidade acerca determinado modo ou técnica para programar – é o modus operandi de quem programa para web.

Obviamente, todos queremos ter o melhor! E, em se tratando de progração, não poderia ser diferente. Dado que o melhor framework javascript atual é jQuery, então não há nada mais natural do que conhecer e saber usar esta poderosíssima ferramenta para desenvolver sites, blogs, produtos virtuais, sistemas online e o que mais você precisar que tenha javascript!

O que é um framework?

jQuery é a maneira mais fácil, simples, elegante e sofisticada de codificar javascript; é, nada mais, nada menos, que, segundo a opinião de profissionais do ramo e publicações especializadas, um dos melhores frameworks já desenvolvidos! Para ficar mais claro, framework, segundo definição encontrada na Wikipédia, é:

No desenvolvimento do software, um framework ou arcabouço é uma estrutura de suporte definida em que um outro projeto de software pode ser organizado e desenvolvido. Um framework pode incluir programas de suporte, bibliotecas de código, linguagens de script e outros softwares para ajudar a desenvolver e juntar diferentes componentes de um projeto de software.

Frameworks são projetados com a intenção de facilitar o desenvolvimento de software, habilitando designers e programadores a gastarem mais tempo determinando as exigências do software do que com detalhes tediosos de baixo nível do sistema. (sic)

Para que serve jQuery?

Segundo consta no web site oficial, “jQuery is designed to change the way that you write JavaScript”, ou seja, jQuery é projetado para mudar sua maneira de escrever javascript (tradução livre). Por experiência própria, posso afirmar que o objetivo da equipe de desenvolvimento foi atingido com sucesso!

jQuery é disponibilizado das diferentes maneiras:

Quando se usa jQuery, realmente a maneira de se escrever javascript muda! É o fim das enormes linhas que servem somente para identificar um elemento; o fim dos laços de repetição que somente identificam quantos elementos de determinada categoria estão presentes no documento; o fim de inúmeros “Ctrl + C, Ctrl + V”; enfim, é o término do trabalho pesado e perda de tempo na codificação javascript e o início da codificação simples, elegante e eficazmente robusta e de fácil entendimento.

Com pouquíssimas linhas de código, é possível mexer à vontade com o DOM (identificação, edição, inserção, deleção, etc), manipular eventos javascript, alterar regras CSS, aplicar efeitos visuais (fade in / fade out, drag and drop, slides, movimentos, etc) e muito mais coisas interessantes, úteis e cross browser. E quando digo “pouquíssimas linhas de código”, refiro-me, por exemplo, a 3 ou 4 linhas para requisições AJAX!

Quer mais? jQuery é projetado para aceitar extensões de terceiros, quer dizer, qualquer um com certa habilidade em programação pode criar funcionalidades extra para a biblioteca, extendendo suas potencialidades nativas e/ou aproveitando seu poder de funcionamento.

Recapitulação jQuery

jQuery é uma biblioteca (ou framework) “projetado para mudar sua maneira de escrever javascript“; atualmente é a melhor biblioteca javascript disponível e está sempre nas listas das mais usadas no mundo. Algumas de suas características são:

  • Cross browser;
  • Controle total sobre o DOM;
  • Manipulação de eventos javascript;
  • Manipulação de regras CSS;
  • Aplicação de efeitos visuais;
  • Uso de AJAX;
  • Muito, muito mais!

Referências Internacionais

jquery.com
Este é o web site oficial da biblioteca (ou framework). Há também o blog oficial.

visualjquery.com
Remy Sharp e Yehuda Katz fizeram um ótimo guia de referência dinâmico sobre as funcionalidades do jQuery (usando o próprio framework para isso, claro). Nesta página é possível visualizar as características de cada função de forma detalhada. Excelente guia de referência!

learningjquery.com
Esse é o blog de Brandon, Dan, JonBob, Karl e Mike, que postam dicas, técnicas tutoriais e macetes sobre o jQuery de forma sistematicamente organizada.

Referências Nacionais

Tutorial – Por onde começar com o jQuery
Este tutorial aborda de maneira muito eficiente e competente os primeiros passos com jQuery, mostrando, num passo-a-passo progressivo e exemplos bem didáticos como se começar com jQuery.

Usando jQuery na prática
Outro tutorial interessantíssimo para se começar; aborda os conceitos básicos e mostra, de forma progressiva e “suave”, o início do caminho do jQuery.

DHTML Crossbrowser Fácil
Esse é um artigo bem conhecido no meio. Ele ensina alguns princípios básicos para se entender DHTML (para isso, diversas tecnologias web e técnicas são abordados). É uma ótima leitura complementar.