Se você é um desenvolvedor iniciante, pode ser confuso sobre onde você deve começar no mundo do desenvolvimento web, já que o ramo é amplo e oferece muitas opções de escolha. Há muitas perguntas a serem feitas, tais como “Que linguagem de programação quero aprender?” ou “Eu deveria saber sobre front-end ou apenas back-end?”, e existem, literalmente, centenas de outras.

Mas, para que você não fique tão perdido, esta lista de 10 dicas que desenvolvedores web iniciantes devem saber realmente pode ajudá-lo a iniciar sua carreira como desenvolvedor ou, caso já tenha começado, pode servir de norte para você perceber se realmente escolheu a área certa ou se vai mudar.

Este é um artigo traduzido do original 10 Things Beginner Developers Should Know, do blog 1stwebdesigner – e sofreu pequenas adaptações.

Decida quais habilidades você quer

Ao iniciar na carreira de desenvolvedor web, você realmente precisa se concentrar em alguma coisa e aceitar o fato de que não é possível ser um “generalista”. Acredite: mesmo dando muita vontade de atuar em vários e vários campos do desenvolvimento web, isso é impossível! Além do mais, geralmente o mercado valoriza mais um expert numa área do que um “faz tudo web”.

10 coisas que desenvolvedores web iniciantes devem saber: exemplo PHP

Não há nada de errado em querer em ser excelente em vários campos, mas você realmente não poderá fazer isso no começo. O que você pode fazer é centrar seus esforços no aprendizado em uma habilidade e se tornar um perito nesse campo. Pode ser PHP, Ruby, ASP.net ou C #, mas tem que ser bom no que faz… Muito bom! Depois de dominar um deles, você pode seguir em frente, mas não faça isso até que você tenha grande conhecimento nesse campo.

Esta dica também é bom para front-end designers, que sempre começam com HTML e CSS, depois passam para JavaScript, jQuery, AJAX, ou quaisquer outros que estiverem interessados ​. Claro, é possível aprender HTML e CSS ao mesmo tempo, mas isso é porque eles meio que trabalham em conjunto. Você não pode realmente dominar PHP e ASP.net ao mesmo tempo – a menos que você gaste 20 horas de estudos por dia, o que, definitivamente, não é recomendado -, portanto, você tem que adquirir suas habilidades uma a uma.

Mas, já que você é um novato e, provavelmente, não deve saber muito sobre linguagens de programação hardcore, escolher uma área para começar pode ser complicado, mas há uma solução: pense no que você quiser desenvolver: se for temas para WordPress, então seu caminho é o PHP; se for sistemas de gestão personalizados, tente ASP.net; jogos de iPhone, aprender C# e assim por diante.

Basta pesquisar um pouco sobre o que cada linguagem pode fazer e começar a aprender. E, neste caminho, você certamente vai aprender que é possível fazer as mesmas coisas usando diferentes linguagens…

Aprenda direito

Outra dica para novatos é, independentemente da linguagem que você escolher, aprenda direito! Se você aprender HTML codificando layouts com tabelas, isso não é nada certo – e eu tenho certeza que outros especialistas concordam comigo. Codificar usando os mais recentes padrões da web parece inútil para alguns, mas é realmente importante e é altamente recomendado a aprender assim, já que isso não vai só melhorar a velocidade de carregamento de seus projetos, mas também será mais fácil e fará mais sentido.

Google é o seu melhor amigo

10 coisas que desenvolvedores web iniciantes devem saber: Google é seu amigoRealmente não importa que tipo de problema que você tem, estou certo de Google pode resolvê-lo (na maioria dos casos, pelo menos).

Fóruns de programação são altamente recomendados, também, mas, antes de postar uma pergunta em algum fórum, tente buscar uma solução no Google porque, na maioria das vezes, você vai encontrar uma resposta para sua pergunta – ou, pelo menos, uma resposta que irá guiá-lo para resolver a questão.

Analise o código alheio

Isso vale principalmente para designers, mas, às vezes, desenvolvedores têm conhecimentos de design de front-end e fazem seus próprios layouts antes de começar a codificá-los. É importante olhar outros sites para entender como eles são codificados. Se você gosta de algum estilo ou elemento de um site, olhe para o código fonte e o analise! O Firebug funciona maravilhosamente bem nestes casos. Esta é a maneira pela qual a maioria das pessoas aprende a codificar.

O que não é aconselhado é roubar o design do alheio. Isso é imperdoável e digno de um “Que deselegante!”, além de mostrar uma falta de respeito e tremenda falta de profissionalismo, mas, geralmente, a comunidade de desenvolvedores não vê maiores problema em “pegar emprestado” alguns trechos de código (caso isso não infrinja alguma lei ou patente, claro).

Portanto, fica a “regrinha”: você pode até copiar algum código aqui e ali – este é o caminho para aprender a fazer as coisas – mas nunca roube um design!

Entre numa rede de conhecimentos

Outra coisa importante é participar de uma rede dentro de seu campo de conhecimento. Nunca é demais conhecer outros desenvolvedores e designers. Um cenário não muito interessante é você ter que voltar trás e buscar coisas no Google; um cenário melhor é você ter discussões interessantes e poder obter ajuda através de discussões com pessoas da mesma área. Você pode até colaborar com seu colegas desenvolvedores em projetos maiores, o que, quase sempre, é bom para todos os envolvidos.

Você está perto de conseguir um projeto mas não tem certeza se você pode lidar com o tipo de trabalho solicitado? Recomende um de seus colegas desenvolvedores! Ele(s) provavelmente irá(ão) executar o trabalho melhor do que você – se for(em) especialista(s) nessa área específica – e você pode fechar algum tipo de parceria em algum momento futuro. Faça parte de uma rede e a mantenha ativa e sempre por perto. Há sempre a demanda por um desenvolvedor que esteja “ao redor”.

A própria ideia de tradução deste artigo surgiu no grupo de discussão html5-css3-brasil e viu como isso foi uma boa coisa?  ;-)

Entenda os designers

É altamente aconselhável que você compreenda os designers, caso não tem ideia de como eles trabalham. E isso vale tanto para designers gráficos quanto para front-end designers.

É sempre bom para aprender como eles trabalham e porque eles podem entregar páginas estáticas que realmente não correspondem aos mais recentes padrões da web. Aprenda a conversar com eles e explicar o que está errado e saber pedir para corrigir seus próprios erros. Dessa forma, sua relação de trabalho será mais próxima e o resultado bem melhor.

Use ferramentas profissionais

10 coisas que desenvolvedores web iniciantes devem saber: usar ferramentas profissionais

Apesar de HTML e CSS poderem ser feitos até com o Bloco de Notas, isso não é recomendado. E, se isso não é aconselhado para HTML e CSS, é igualmente desaconselhado para PHP, ASP.net ou Ruby. Trabalhe com ferramenta profissionais como Eclipse, Aptana, NetBeans ou outra qualquer, mas use o que os profissionais usam, caso contrário você não será um deles!

Esse tipo de ferramenta verifica erros, tem autocomplete e dá sugestões durante a codificação. Há uma razão pela qual Eclipse e NetBeans são 2 dos IDEs (Integrated Development Environment ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado) mais usados no mundo: eles fazem o trabalho em grande estilo!

Então comece a trabalhar agora, mesmo, com alguma ferramenta profissional, caso ainda não o tenha feito!

Deixe as coisas legais por último

Cada linguagem tem a sua própria “versão cool”. Por exemplo, HTML tem HTML5, CSS tem CSS3, JavaScript e AJAX tem jQuery e assim por diante. É muito melhor se você aprender a linguagem básica e depois estudar mais até chegar no estágio cool. E, também, as coisas “cool” trabalham a partir dos elementos básicos, então você não será capaz de desenvolver e entender um controle deslizante com jQuery se você não compreender o JavaScript básico.

Mantenha-se informado e atualizado

10 coisas que desenvolvedores web iniciantes devem saber: mantenha-se atualizado

É sempre bom se manter informado e atualizado sobre o que está acontecendo no mundo do desenvolvimento web, em especial da(s) área(s) que você atua. Você pode fazer isso através da leitura de feeds, livros “de verdade”, blogs e screencasts. Fique atualizado e certifique-se de que você é um dos primeiros a oferecer produtos desenvolvidos com a tecnologia mais recente.

No começo, pode não funcionar muito (as pessoas podem querer manter o “velho” até que as novas tecnologias mostrem seu valor), mas, certamente, também há aquelas pessoas que querem ter um produto totalmente novo, desenvolvido com as mais recentes tecnologias – e isto lhe dará uma vantagem e fará você conhecido no ramo.

Continue com o processo de aprendizagem

Depois de se tornar um especialista no campo que escolheu, trilhe seu caminho rumo ao aprendizado de outras linguagens e/ou áreas de atuação. Fique de olho aberto nas linguagens mais importantes e aprenda aquelas que julgar serem as mais interessantes. Quando você domina duas, vá para a terceira e assim por diante.

E continue até  que não haja muito mais para aprender – embora, como já foi dito, isso seja impossível. Este é o caminho para o sucesso!

Conclusão

É bastante comum que desenvolvedores iniciantes passem por tempos difíceis neste campo profundo do desenvolvimento web, mas estas dicas servem justamente para ajudar que cada um encontre seu caminho.

Nem sequer importa muito por onde começar, tudo o que importa é você comece! Isso geralmente é o que leva mais tempo, então não desperdice estes dias preciosos e comece agora a estudar e a desenvolver a web!  ;-)