Para quem faz uso um pouco mais avançado do WordPress, especialmente quem trabalha desenvolvendo sites com a plataforma, é bem comum aparecerem situações um tanto complexas. Para estas questões, seguem 13 fantásticos comandos SQL para WordPress!

Este é um artigo traduzido do original “13 Useful WordPress SQL Queries You Wish You Knew Earlier“, do blog Onextrapixel, e sofreu algumas adaptações.

Uma maneira prática de executar comandos SQL é através do phpMyAdmin. Até a hospedagem mais básica dá acesso à ferramenta de banco de dados, então não há dificuldades nisso. Uma vez no sistema, você deve selecionar aba “SQL” e escrever/colar a instrução SQL que deseja executar.

13 fantásticos comandos SQL para WordPress: aba SQL do phpMyAdmin

Os comandos SQL para WordPress a seguir são para o prefixo padrão do WordPress “wp_”. Caso o prefixo de suas tabelas seja diferente (o que é recomendado, por questões de segurança), faça os devidos complementos necessários às queries.

Alterar siteurl e homeurl

WordPress armazena o caminho absoluto da URL do site (“siteurl”) e URL da home (“homeurl”) no banco de dados. Portanto, se você transferir o seu site WordPress do localhost para o servidor, por exemplo, o site não vai carregar! Isso ocorre porque o caminho absoluto ainda está apontando para o seu localhost. Você vai precisar executar um comando para resolver isso.

Alterar GUID

Depois de migrar seu blog a partir de, por exemplo, localhost, para o servidor ou de um outro domínio para um novo domínio, você terá que corrigir as URLs para o campo GUID na tabela wp_posts. Isto é crucial, porque GUID é usado para montar o slug de seu post do caminho absoluto do artigo correto.

Alterar URL no conteúdo

O WordPress utiliza caminhos absolutos no URL ao invés de um caminho relativo quando vai armazená-los no banco de dados. Dentro do conteúdo de cada registro de artigo, ele armazena todas as URLs antigas referenciando as fontes antigas. Portanto, você precisará alterar todas essas URLs com o endereço do novo domínio.

Alterar apenas o caminho das imagens

Caso seja preciso alterar o domínio das imagens inseridas nas páginas e artigos, esta solução vai ajudar você a fazer isso de forma simples.

Também é preciso atualizar o GUID para o tipo “attachment” com a seguinte instrução SQL:

Atualizar Post Meta

Atualizar Post Meta funciona quase da mesma maneira como atualizar a URL no conteúdo do post. Se você tiver dados extras para cada post, você pode usar a seguinte instrução para alterar todos eles.

Alterar o nome usuário padrão “admin”

Apesar de que na versão 3 do WordPress o usuário “admin” poderá ser alterado no momento da instalação, não custa deixar para a posteridade a dica de como alterar o nome do “admin”.

Resetar password

Já quis resetar sua senha no WordPress mas, por algum motivo, não conseguiu usar a seção para resetar o password? Eis a solução:

Transferir artigos de um autor para outro

Para transferir os artigos de um autor para outro, você gasta um tempo enorme se fizer isso manualmente. Com o comando SQL a seguir, é possível fazer isso facilmente. Para a dica, é preciso saber o ID dos autores.

Apagar revisões

Quando se está editando um artigo no WordPress, é comum cópias de segurança serem feitas para garantir o trabalho feito. São as chamadas “revisões”. Com o tempo, o número de registros de revisões fica grande e isso pode comprometer a performance do banco de dados. Para apagar todas as revisões de artigos, dê o seguinte comando SQL:

Lembrando que este é o comando para apagar revisões já feitas. Caro queira desativar o recurso (ou limitar o número de revisões), saiba como neste artigo sobre como limitar e desativar revisões de posts no WordPress.

Apagar post meta

Instalar e remover plugins é algo corriqueiro quando se trabalha com WordPress. Alguns plugins precisam de criar alguns post meta para funcionarem corretamente e, para esses casos, não é raro o acontecimento de, mesmo depois de o plugin ser desinstalado, algum “garbage meta” ficar enchendo o BD desnecessariamente. Uma limpeza em algum valor de post meta, às vezes, se faz necessária.

Exportar todos os e-mails de comentários

Quanto mais tempo seu blog/site fica no ar, é provável que mais comentários receba nos artigos publicados. Se, por algum motivo, for preciso uma listagem com e-mail de todas as pessoas que já comentaram até então, basta executar o seguinte comando:

Uma vez que a listagem esteja concluída, exporte tudo através do phpMyAdmin.

Apagar todos pingbacks

A medida que o site/blog fica no ar – e se você tiver bom conteúdo a oferecer – o número de pingbacks começa a influenciar a qualidade do banco de dados. Para apagar todos pingbacks, proceda da seguinte maneira:

Apagar todos comentários de SPAM

Sem maiores explicações, eis a maneira de deletar todos os comentários marcados como SPAM:

Identificar tags não usadas

Num banco de dados WordPress, se você executar alguma query SQL para apagar posts, as tags relacionadas não serão apagadas e continuarão aparecendo na nuvem de sugestão de tags e listagem de tags. Para identificar esse tipo de tag, execute a seguinte instrução SQL:

Lembre-se: é sempre bom fazer um backup completo de seu banco de dados antes de executar queries SQL (principalmente se você não souber muito bem o que está fazendo)!