Por que seu portfolio não está trazendo os trabalhos que você quer?

Conheça alguns dos motivos que podem estar impedindo que seu portfolio não esteja trazendo os trabalhos que você quer.

Ir para o artigo

Você montou seu portfolio online para apresentar seus trabalhos e contar mais sobre como você pode ajudar; você escreveu uma bela carta de apresentação e a enviou para o que parece ser inúmeras empresas; você mandou e-mails amigáveis e até mesmo presentes personalizados.

Então por que ainda não fizeram uma oferta de emprego?

Muitas vezes, procurar o trabalho certo exige paciência. Mas se parece que você está tentando e esperando por tempo demais com nenhuma sorte, o problema pode ser seu portfolio.

A seguir, veja algumas possibilidades de o quê poderia estar errado.

Você não está selecionando bem os trabalhos do seu portfolio

Em outros termos, você não está fazendo a curadoria do seu portfolio.

É tentador colocar todos os projetos que você já fez em seu portfólio para fazer com que ele pareça mais completo e impressionante, mas isso pode apenas fazer com que seus melhores trabalhos sejam ofuscados.

Em vez de preencher seu portfolio sem quaisquer critérios, seja mais consciente quanto à seleção de quais peças constarão nele. Faça uma boa curatela e deixe seus melhores trabalho brilharem no seu portfolio.

Veja bem, às vezes você pode querer colocar muitos trabalhos, mas, se for este o caso, você deve fazer isso a partir de uma decisão estratégia consciente.

Comentamos um pouco mais sobre isso nesta dica sobre quantos trabalhos colocar no portolio:

Quando um recrutador e/ou profissional sênior está analisando dezenas ou até centenas de portfolios por semana, você pode imaginar que eles não gastam muito tempo com nenhum deles. Os primeiros 2-3 segundos da sua página contam. E muito.

Nesses 2-3 segundos, ele decidirá se pulará para o próximo portfolio ou ficará um pouco mais tempo e continuará olhando seus trabalho. Otimizar sua visão geral e organizar seus projetos pode significar a diferença entre passar uma boa impressão ou ser dispensado em segundos.

Você não está “se vendendo” o suficiente

A maioria das pessoas tendem a supor que, em um portfolio, os trabalhos falarão por si mesmos. Mas o que maioria desconsidera é que não é apenas sobre seus trabalhos; é sobre você!

Seus possíveis empregadores e/ou clientes querem saber quem você é: como você pensa, como seria trabalhar com você, se trabalha bem com uma equipe e muitas outras questões.

Às vezes, isso é ainda mais importante que sua experiência e habilidade. Já tinha pensado nisso?

Sua página “Sobre” é a página mais importante do seu portfólio. O primeiro instinto de muitas pessoas é navegar até esta página para ter uma ideia de quem você é antes de navegar pelo seu trabalho.

É claro que você deve incluir seu nome e informações de contato na sua página “Sobre”, mas não tenha medo de mostrar alguma personalidade também — aliás, esteja encorajado a fazer isso!

Mulher sentada em um sofá, trabalhando em seu portfolio através de um laptop e um celular em mãos.

Adicione uma foto sua. Talvez, uma foto sua no trabalho. Se você é engraçado, faça uma piada; mesmo não sendo, escreva na “sua voz” e seja você mesmo.

Sua página “Sobre” deve fazer os leitores se sentirem como se tivessem um almoço rápido com você. Deve ser breve, agradável e memorável.

Os estudos de caso não apenas fornecem contexto para seus projetos (o que é crucial), mas também dão ao visitante uma visão do seu processo de pensamento e personalidade.

Escreva estudos de caso breves, mas perspicazes, que permitam ao leitor saber como você abordou um projeto, seu processo de pensamento ao longo do caminho e seus sentimentos em relação ao resultado final.

Venda seu trabalho e você mesmo.

Você não está mostrando experiência suficiente

Talvez você seja um jovem profissional de Web ou talvez esteja tentando entrar em uma nova subárea. Seja qual for o caso, é certo que quem está vendo seu portfólio quer se sentir confiante de que seu estilo e habilidades são os adequados para o(s) trabalho(s).

Se você não tem os projetos certos para mostrar, tente fazer mais projetos paralelos/pessoais que aumentarão seu portfolio, peça a algum colega mais experientes para participar de algum projeto e assim por diante.

Se você ainda não tem o trabalho certo para mostrar, esteja disposto a fazer este trabalho acontecer.

Você está confundindo seus visitantes

Especialmente quando você está no início de sua carreira, é provável que seu portfolio esteja repleto de trabalhos experimentais e/ou de diferentes áreas. Geralmente, não há nada de errado em mostrar habilidades diversas, mas este pode ser o fator que não está permitindo você conseguir o trabalho/cargo que está querendo.

Lembre-se, seu portfa não é apenas sobre os trabalhos que você faz, mas também sobre o que você quer fazer no futuro. Então, se você espera conseguir um emprego específico, faça a curadoria para este trabalho.

Da mesma forma, se você está tentando evitar um determinado estilo ou tipo de trabalho, não seria conveniente ele constar o rol de trabalhos.

Se alguém vê que você tem 2 projetos de programação de e-commerce, 1 projeto de branding, 1 redesign de UX e outro projeto de pintura analógica em seu portfólio, fica difícil saber em qual categoria encaixá-lo.

Homem trabalhando com vários eletrônicos em cima da mesa, pensando sobre o que colocar em seu portfolio.

As chances são altas de que um potencial cliente ou recrutador que esteja analisando seu portfolio presuma que você está muito “generalista” e não entenda bem em que você é bom nem o que deseja fazer. Não é que seu trabalho seja ruim, mas seu portfólio deixa muitas perguntas em aberto.

Se for seu objetivo “se vender” como um generalista, então não há nada de errado nisso, mas, se você está nesta situação porque não pensou o suficiente no assunto nem fez uma curadoria adequada de seus trabalhos, então isso é um problema.

Se você acha que este pode ser o seu caso, limpe seu portfólio e concentre-se no tipo de trabalho que deseja fazer no futuro. Se você quiser fazer web design, livre-se de todo o resto. Se isso fizer com que seu portfólio fique vazio, trabalhe na adição de 1 ou 2 projetos de web design, fazendo os projetos paralelos mencionados.

Dê àqueles que visitam seu portfólio a impressão de que você sabe o que quer e de que sabe exatamente quais são suas habilidades e no quê você pode ajudá-los.

Seu portfolio precisa de uma atualização

É possível que seu portfolio simplesmente precise de melhorias. Seu site é tanto uma exibição de sua habilidade quanto seus projetos reais, então projete-a com intenção e assertividade.

Isso não quer dizer (necessariamente) que seu portfolio deve ser uma obra de arte, mas deve mostrar seus projetos de forma brilhante e memorável.

Isso significa que não deve haver templates desatualizados, navegação confusa, links quebrados, escrita desleixada, animações que causem distração ou outros elementos que façam com que o visitante pense em qualquer outra coisa além de você e de seu trabalho.

Conclusão

Na indústria Web, um bom portfolio é um dos fatores-chave para conseguir novos trabalhos. Infelizmente, muitos profissionais da área ainda não se deram conta da importância de um bom portfolio…

Se seu objetivo com seu portfolio for, especificamente, conseguir uma vaga de emprego ou cargo específico, saiba que a maioria das empresas nem sequer considera candidatos sem um portfolio.

Até que você tenha o trabalho que deseja, faça da melhoria de seu portfólio seu trabalho. Olhe para seu site a partir da perspectiva de quem você deseja que o contrate.

Facilite para que a escolha seja você.

E-book com 10 dicas para montar seu portfolio altamente eficiente e conseguir muito mais clientes e projetos!

Download GRÁTIS