Seu portfolio deve ser o melhor site que você já fez

Saiba porque seu portfolio deve ser o melhor site que você já fez e como conseguir alcançar este objetivo. Não seja um dentista banguela.

Ir para o artigo

Você contrataria um personal trainer que está acima do peso? Se consultaria com um dentista banguela? Deixaria seu patrimônio aos cuidados de um gestor financeiro endividado?

É exatamente esta a situação quando você espera ser contratado quando apresenta um portfolio ruim. Por análise objetiva ou “instintivamente”, a coisa não vai colar; não vai convencer.

Em vários dos nossos artigos sobre portfolio, temos evidenciado a importância e objetivos variados que portfolios podem e devem ter. Caso não tenha ficado claro até agora, um dos objetivos mais importantes de um portfolio é mostrar o melhor que você sabe fazer.

Imagine que uma confeitaria tenha sido contatada para oferecer provas de doces e bolo a um casal de noivos. As chances de ela ser a empresa escolhida para a cerimônia serão maiores caso apresente somente amostras ruins ou medianas?

Seu próprio portfolio deve ser o melhor site que você já fez!

Analogicamente, é o que vai acontecer com o seu portfolio: se você tem trabalhos muitos bons, que deixaram clientes muitos satisfeitos, trouxeram resultados excelentes e alavancaram seus respectivos negócios, por qual motivo você não os colocaria no portfolio em detrimento a peças medíocres?!

Seu portfolio deve ser o melhor site que você já fez

É evidente que você deve apresentar os melhores trabalhos que fez para seus clientes em seu portfolio, mas não vá se esquecer também do portfolio, em si.

Seu próprio portfolio deve ser o melhor site que você já fez!

Tecnicamente, deve ser impecável: tem que ser rápido; responsivo; de navegação fácil; apresentação inequívoca; deve ser adequado ao tipo e nível do negócio; meios de contato evidentes; proporcionar uma excelente experiência.

Ele deve ser rapidíssimo; abrir quase que instantaneamente e manter a performance a partir daí. O score nas ferramentas de performance não pode ficar abaixo de 90. Speed Index abaixo de 1000~1200.

Responsividade e UX os melhores possíveis. Você sabe em que situações e cenários seus potenciais clientes visitarão o portfolio? Ninguém sabe… Então é preciso abranger a maioria dos cenários possíveis.

Deixe absolutamente claro e evidente como entrar em contato com você nas diversas mídias e meios que você disponibiliza. Se você agradou o visitante através do que ele viu, mas ele não consegue entrar em contato, você perdeu.

Enfim, através de critérios objetivos e quantificáveis — aliados à sua própria de concepção de qualidade — seu portfolio deve ser o melhor site que você já fez.

A sacada que ninguém te conta (porque pensam que é autoevidente, mas não é)

Certo, você já entendeu porque seu portfolio deve ser o melhor site que você já fez, mas… Por quê?

Afinal de contas, contam mais os trabalhos que você está apresentando do que o portfolio, em si, certo? Na verdade, isso está “meio certo”.

No meio dos profissionais de TI, o ditado “Casa de ferreiro, espeto de pau” é praticamente uma constante. Infelizmente, isso passa um certo tipo de mensagem aos visitantes de um portfolio: incoerência.

Agora, ao fazer do seu portfolio o melhor site que você já desenvolveu, você passa a mensagem da coerência e do comprometimento:

“Tá vendo este excelente site, onde estão expostos estes excelentes projetos? Se fizemos para nós, podemos fazer para você, também”!

Boom! Agora você está no caminho certo, tomando medidas objetivas para formar o conceito do potencial cliente (ou prospecto, recrutador, enfim, seu público-alvo) sobre a qualidade de seus serviços.

A constante evolução do portfolio

No artigo “A evolução do portfolio (e do profissional web)“, também abordamos algumas questões que você deveria estar ciente — então vá lá e leia –, mas, sobre isso, também é importante saber de uma coisa.

Ninguém conseguirá fazer um portfolio perfeito. Conceitual e tecnicamente, isso é impossível. As próprias questões temporais (custo de oportunidade), de evolução tecnológica, mudança de critérios de performance etc. não permitem que isso seja viável.

Entretanto, você deve fazer o melhor que estiver ao seu alcance. O que você souber e conseguir implementar de melhor, você deve aplicar no seu portfolio.

Mulher pensativa trabalhando, mexendo em seu computador. Ela está pensando sobre como melhorar seu portfolio.

É esperado que, com o passar do tempo e constante atuação na área de desenvolvimento web, você evolua suas técnicas e concepções. E é essa a importância e sentido no que dizemos sobre a constante evolução do seu portfolio.

Algo que você considera excelente hoje, talvez amanhã seja somente razoável. E o que fazer neste caso? Proporcionar uma constante evolução do seu portfolio!

Você não precisa fazer uma reformulação completa do portfolio a cada semana, mas sinta-se comprometido a, constantemente, dar uma atenção ao seu portfolio e deliberar se não é o momento de aplicar uma nova técnica, aprimorar a UX ou consertar aquele bug minor.

Conclusão

O título deste artigo é sua síntese e “moral da história”: seu portfolio deve ser o melhor site que você já fez.

Claro, é perfeitamente aceitável (e compreensível) que você não seja um “ás” em todas as áreas de desenvolvimento web, mas não considere isso como uma desculpa para não buscar o aprimoramento constante.

Se você não é bom de visual/UX, compre um tema pronto; se não é bom em otimizar códigos, chame um colega ou contrate um especialista; se não sabe exatamente como instalar um plugin para uma nova funcionalidade, procure por bons tutoriais e aprenda.

Especialistas do mundo inteiro sabem da importância de um portfolio impecável e o poder que ele pode ter em atrair novos clientes e projetos. Vai desperdiçar a oportunidade de evoluir e construir uma boa carreira?

Não seja um dentista banguela.